Texto e Contexto

Nos últimos dias tenho lido algumas epístolas de Paulo “de uma sentada só”. A idéia é sentir o contexto em que a epístola foi escrita e perceber a real intenção de Paulo ao escrevê-las. É muito interessante como nos acostumamos a citar versículos, sem nem lembrar que ele não é um texto isolado, mas conectado a um assunto que esta sendo abordado. No caso das epístolas de Paulo elas são isso mesmo, epístolas, ou seja, cartas direcionadas para um público, no caso, igrejas localizadas em certas cidades ou regiões. Sem isso em mente, e se não tomarmos cuidado, muitas vezes um versículo isolado chega a contradizer a própria mensagem que ele quer transmitir.

Por exemplo, quando lemos I Coríntios 11:17-30 (que, aliás, é lido com certa regularidade por ocasião da ceia) sentimos um peso muito grande ao nos aproximarmos da mesa do Senhor. Temos que nos lembrar que a igreja de Corinto tinha muitos problemas e procedimentos condenáveis (divisões, incesto, indisciplina, irmãos levando outros irmãos na justiça), e por toda esta carta Paulo usa de muitas palavras duras, justamente para chamar atenção daquela igreja, tornando I Coríntios uma epístola com forte peso de disciplina. Pessoalmente, tenho reservas em usar esta passagem acima por ocasião da ceia. Entendo que a ceia é muito mais um evento comemorativo e profético. Ao tomarmos a ceia com um forte espírito de condenação podemos nos privar do real sentido da celebração. A ceia é profética e comemorativa, pois com ela anunciamos a volta de Jesus (I Cor 11:26 e Lucas 22:18).

Outra exemplo de passagem que não podemos tomar isoladamente é  Romanos 7:19 :”Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse faço”. Aqui podemos captar o desespero de Paulo no momento em que ele encara a precária situação de uma pessoa sem Cristo. Mas nos versículos seguintes vemos que não há motivos para ficar no desespero, para aqueles que estão em Cristo Jesus (Romanos 7:25).

Devemos ter muito cuidado ao citarmos ou ouvirmos versículos isoladamente. O texto fora do contexto tem sido motivos de muitas divisões no Corpo de Cristo. E quanto mais nos aferramos a nossa particular interpretação de uma passagem específica, mais divisão temos. A Igreja precisa entender que, sem o Espírito de Revelação, disponível a todos que o buscam, é impossível chegarmos à unidade da fé.

Atos 17:11 fala dos irmãos de Beréia, que “foram mais nobres do que os de Tessalônica, pois de bom grado receberam a palavra, examinado cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim”.

Este é o objetivo deste blog: que ao comentar certas passagems das Escrituras, esses comentários sejam temperados com equilíbrio e clareza. De Gênesis a Apocalipse há unidade, há uma linha clara de desenvolvimento do Plano de Deus. E é dentro dessa visão geral que podemos buscar um melhor entendimento de Sua Vontade.

Anúncios

Sobre Wilson Moraes

Brasileiro, casado com a Maria José, pai do Gabriel, da Jordana e da Camila. Procurando servir a Deus de maneira intensa e verdadeira. Colocando minha vida a serviço do Seu Reino.
Esse post foi publicado em Apresentação e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s