Atos 11:26

“… e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.”

Quem nunca recebeu um apelido na vida? Qual a origem de qualquer apelido? Não vou contar aqui os apelidos que já tive. A maioria ganhei por motivos que não gostava. Nos últimos tempos ouvimos muitos comentários sobre bullying. A palavra pode ser nova, mas a prática não. Bullying é uma forma de impor humilhação a uma pessoa que geralmente não tem como se defender. A humilhação pode ser física ou verbal. Colocar apelidos é uma forma de bullying verbal. A pessoa que dá o apelido substitui o nome da vítima por alguma qualidade que a denigra, que a menospreze. E o interessante é que quanto mais a vítima reage, mais o apelido “pega”.

Pois bem, na época dos apóstolos eles também foram vítimas desse tipo de bullying verbal. Quando eles foram chamados de cristãos pela primeira vez, com certeza o termo tinha uma conotação negativa. Era uma época de perseguições e até mesmo de morte para aqueles que tinham a ousadia de declarar sua fé. Se você estudar a história da Igreja nos primeiros séculos do primeiro milênio da era cristã verá que as formas de martirizar os cristãos eram bem criativas, indo de crucificação, a exemplo do próprio Cristo, passando por decapitações, e chegando aos grandes espetáculos em arenas de gladiadores.

Mas na verdade todo apelido tem um fundo de verdade. Se, por exemplo, você tem alguma característica física, é bem provável que o apelido será sobre essa característica. Se você reage ao apelido, provoca maior atenção a esta característica, e o apelido se reforça por si mesmo. E você não gosta do apelido, pelo mesmo motivo que não quer que ninguém preste atenção naquela característica em particular.

Portanto, se os primeiros crentes eram chamados de cristãos, podemos concluir que havia, em seu proceder e atitudes, em seu modo de vida, alguma coisa que lembrava Cristo. De alguma forma suas vidas espelhavam as características e o caráter de Cristo. E, ao contrário do bullying verbal, que humilha sua vítima, imagino que os primeiros cristãos se orgulhavam de serem assim chamados. Isso lhes dava uma identidade que os diferenciavam dos demais e reforçavam sua fé.

Para você pensar: Será que as pessoas que convivem com você percebem a natureza de Cristo em sua vida? Ou será que ele ficam surpresos quando descobrem sua fé? Será que você tem buscado se espelhar em Cristo e seu exemplo como modelos para sua vida?

Anúncios

Sobre Wilson Moraes

Brasileiro, casado com a Maria José, pai do Gabriel, da Jordana e da Camila. Procurando servir a Deus de maneira intensa e verdadeira. Colocando minha vida a serviço do Seu Reino.
Esse post foi publicado em Atos e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s