Efésios 5:25

“Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela.”

Participei de uma cerimônia de casamento recentemente, onde, como normalmente se faz, o pastor compartilhou um sermão sobre a importância do relacionamento entre um homem e uma mulher. O que vou escrever aqui não é sobre o que ouvi naquela pregação, mas sim sobre um pensamento que me capturou naquele momento e que me ajudou a ver de modo diferente a importância da aliança de um casamento e, o mais importante, a importância da aliança que temos com Deus por meio de Jesus Cristo.

A passagem citada acima aponta para os maridos o modelo de amor que devem dispensar às suas esposas. O modelo é Cristo. E o exemplo que ele deixou foi de total entrega, de dar a sua vida. Como já disse neste post, o homem que quer se casar tem que se perguntar se ele está disposto a dar a sua vida pela sua futura esposa. Literalmente. Esse é o tipo de amor requerido dos maridos.

Lembrei-me então da passagem de Gênesis 2:23, quando Adão, recebendo Eva, depois de ter sido formada por Deus, disse: “Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.

Adão não escolheu Eva apenas por falta de opção, por ser a única mulher existente no mundo até aquele momento. Houve uma identificação. Ele viu em Eva seu complemento. Ocorreu ali uma aliança. Quando ele disse que Eva era ossos dos seus ossos e carne da sua carne ele estava expressando uma compreensão de que aquela pessoa diante dele era o que faltava para que se sentisse completo. Esta deve ser a razão de todo relacionamento. O reconhecimento de que você não pode ter uma vida plena sem seu companheiro ou companheira. Este reconhecimento pode parecer algo egoísta, mas não é. Pois não apenas você será completado, mas você também completará seu companheiro. Quando há apenas um dos parceiros sendo completado, aí sim há egoísmo, e o relacionamento sofrerá consequências negativas no longo prazo.

Antes deste primeiro casamento, Deus havia dado uma ordem a Adão, de que não comesse da árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:17). Mesmo com essa ordem tão clara, Adão ainda assim comeu daquele fruto, depois de Eva o ter comido por sugestão da serpente (Gênesis 3:6). Sempre fiquei intrigado com este fato. Como Adão pode ter sido tão displicente com uma ordem tão específica dada pelo próprio Deus? Ele sabia que não deveria comer, mas mesmo assim comeu! Ele tinha conhecimento do risco, sabia qual era a pena pela desobediência. O que se passava em sua mente quando ele aceitou comer daquele fruto?

Foi durante este último casamento do qual participei que me veio, de repente, uma explicação para este fato. Ao aceitar o fruto de Eva, Adão se comportou como Cristo, em um ato profético, apontando o  que Jesus faria milhares de anos depois. Cristo se entregou pela humanidade, se identificando conosco, mesmo com o comprovado histórico de rebeldia de nossa parte. Não havia a menor garantia de que o ele estava fazendo daria resultado. Mas ele se fez pecado (2 Coríntios 5:21), assumindo o risco de se afastar do Pai (o que nunca havia ocorrido antes) para, de alguma forma, conseguir resgatar-nos. E ele nos resgatou com um preço muito caro: seu próprio sangue.

Voltando a Adão, percebo a mesma atitude. De repente ele ve os ossos de seus ossos e a carne de sua carne desobedecendo a uma ordem direta de Deus. O que ele poderia fazer? Uma primeira opção seria negar o fruto e romper a aliança com Eva. Ele poderia dizer: “Você pecou e ainda quer que eu peque? De maneira alguma! Vou permanecer fiel a Deus, e você, sozinha, que sofra as consequências de seu ato”. Mas não foi o que ele fez. Ele comeu juntamente com Eva, consciente do fato. É como se ele dissesse para Eva: “Sei que o que você fez é errado. Mas tenho uma aliança contigo. Mesmo correndo o risco de morrer e me afastar de Deus (o que nunca havia ocorrido antes), vou me colocar ao seu lado, na esperança de que Deus seja misericordioso e encontre um meio de nos resgatar.”

Não foi à toa que Paulo, ao comparar o relacionamento entre um marido e uma esposa ao de Cristo e a Igreja, disse, em Efésios 5:32, que se tratava de um “mistério”. Na verdade nossas vidas (e especialmente dos casados) seriam impactadas profundamente se conseguíssemos compreender a profundidade do amor de Cristo por nós.

Para você pensar: Se você é casado(a), até que ponto você está disposto a dar a sua vida pelo seu companheiro(a)? Você consegue compreender o impacto e a importância do preço pago por Jesus em nosso favor?

Anúncios

Sobre Wilson Moraes

Brasileiro, casado com a Maria José, pai do Gabriel, da Jordana e da Camila. Procurando servir a Deus de maneira intensa e verdadeira. Colocando minha vida a serviço do Seu Reino.
Esse post foi publicado em Efésios e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Efésios 5:25

  1. gostei do texto e dá interpretação , Espirito santo revelou coisas boas a voce continue a postar,mesmo que 2 pessoas olhem e leiam Deus ainda está trabalhando , bom trabalho

  2. murilo disse:

    a paz do senhor servo do deus altíssimo grandes coisas tenho aprendido , com seus textos
    tenho 25 anos , e percebi que durante esse tempo , perdi minha vida enganado com verdadeiro evangelho de cristo , vivendo falho perante deus… mais deus tem falado ao meu coracao e tomei a decisao que nao quero viver de mentiras de enganos quero entrar de uma forma profunda na presenca de deus seus textos tem me ajudado parabens continuem asim concerteza deus e na sua vida

  3. Delmon Rosa disse:

    Muito edificante a forma que DEUS colocou no seu entendimento.
    sim devemos amar nossas esposas de forma igual ao amor de Jesus por nós.
    Fique com Deus e continue a publicar a palavra rica do Senhor.

  4. Jucimeire de Souza disse:

    A paz do Senhor Jesus. É incrivel como Deus nos revela seus mistérios, basta buscarmos verdadeiramente e está atento a vós do Senhor, para que Ele se manifeste poderosamente. Amei a resposta dada por Deus a você. Que Deus em Cristo continue abençoando seu ministério.

  5. André Santos disse:

    MUITO BOA A MENSAGEM, DEUS ABENÇOE VOCÊ E SUA FAMÍLIA.

  6. Ana disse:

    “É como se ele dissesse para Eva: “Sei que o que você fez é errado. Mas tenho uma aliança contigo. Mesmo correndo o risco de morrer e me afastar de Deus (o que nunca havia ocorrido antes), vou me colocar ao seu lado, na esperança de que Deus seja misericordioso e encontre um meio de nos resgatar.”

    NÃO ME PARECE QUE ESTA FOI A INTENSÃO DE ADÃO QUANDO EM GÊNESIS 3:12 ELE ACUSA EVA DE TER DADO O FRUTO A ELE:
    Gênesis 3:12 Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.

    • Guilherme disse:

      Acredito que ele quis dizer que mesmo tendo sido Eva que deu o fruto, ele escolheu comer…. ele não quis colocar a culpa nela sozinha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s